Galã argentino da novela "Cheias de charme" não se acha bonito

O ator conta que aprendeu o português com facilidade

Galã de "Cheias de charme", o argentino Pablo Bellini se diverte quando o assunto é beleza. O ator, que diz ter sido comparado ao americano Brad Pitt em seus tempos de modelo, revelou, em entrevista exclusiva ao blog, não se considerar um homem bonito:

- Acho que até sou bonitinho, mas a verdade é que já estou cansado de me olhar no espelho. Achei que haveria muita resistência na TV por causa disso, inclusive, e também por eu ser argentino. Mas acabou mais ajudando do que atrapalhando. Todos me receberam muito bem.

Bellini, que estreou na TV em "Maysa" e fez outras participações em minisséries, comemora a oportunidade de atuar numa trama do início ao fim, no papel do atrapalhado Alejandro. O ator conta que aprendeu o português com facilidade:

- Há uma preocupação nas novelas brasileiras de levar mais verdade ao público e tirar aquele ar canastrão de sotaque espanhol forçado. Isso acabou abrindo uma porta que eu não esperava. Como sou muito comunicativo, aprendi rápido a língua quando vim morar no Brasil.

Na novela de Filipe Miguez e Izabel de Oliveira, o argentino vive um pai zeloso, casado com a advogada Lygia (Malu Galli), que tem fetiche por uniformes de empregada. Para o ator, as posssibilidades de um envolvimento de Alejandro com a empregada de sua casa, Penha (Taís Araújo), são remotas:

- Alejandro tem uma queda pela beleza da mulher estrangeira. Ele tem um lado latino e mulherengo. Apesar de gostar da mulher, não consegue controlar essa atração por empregadas. Mas acho que tem chance de mudar por causa do amor pela família. E também não acho que ele tenha muitas chances com Penha, mas com certeza vai tentar alguma coisa.







Fonte: O Globo