Globo eleva para R$ 1,5 milhão prêmio do BBB

"Big Brother 10" tem candidata de 87 anos

A TV Globo aumentou para R$ 1,5 milhão a premiação do "Big Brother Brasil 10" --R$ 500 mil a mais do que nas últimas quatro edições. O prêmio do "BBB 10" é líquido, livre de impostos, que são pagos pela própria emissora.

"BBB" começou em 2002 pagando R$ 500 mil ao vencedor. Em 2005, na quinta edição, o prêmio foi para R$ 1 milhão.

"Achamos que era hora de distanciar ainda mais a premiação do primeiro lugar", diz o diretor do programa, J.B. de Oliveira, o Boninho. O segundo colocado receberá R$ 150 mil (era R$ 100 mil) e o terceiro, R$ 50 mil (era R$ 30 mil).

A seleção para o programa está na fase final. Dos 326 mil inscritos restam cem candidatos. Os escolhidos receberão a notícia em 4 de janeiro, quando serão confinados num hotel. O programa começa no dia 12.

O número de participantes ainda é mistério --foram 12, 14, 16 e 18 em edições anteriores. "Há um segredo relacionado ao número", diz Boninho. Pela primeira vez deve haver predomínio de um dos sexos na casa.

Além da grana, os participantes concorrerão a cinco carros (Fiat) e, provavelmente, a três motos (Honda). Em algumas provas, eles sairão da casa. No total, 80 ações de merchandising já foram fechadas. Numa delas, do Guaraná Antarctica, dois BBBs passarão o Carnaval na Bahia, com Claudia Leitte.

Fonte: AE