Léo Áquilla quer se lançar no mundo da moda: "Sou uma top"

Sou visionária, meu bem! Pensei em tudo desde quando fui convidada - diz.

Finalista de "A Fazenda 5", a performer afirmou que está disposta a encarar as passarelas. "Pretendo desfilar a partir de agora, sou uma top e este é um sonho que quero realizar", disse.

Terceira colocada de A Fazenda 5, da Record, a performer Léo Áquilla (41) disse que pretende entrar para o mundo da moda. De acordo com a trans, o seu corpo está com as medidas ideais para encarar as passarelas no maior estilo Lea T (30) e este é apenas um dos muitos projetos que pretende desenvolver pós-reality show.

?Além de continuar com o trabalho que sempre tive, como jornalista, cantora e performer, pretendo também desfilar. Sou uma top e este é um sonho que quero realizar a partir de agora. O povo já está sabendo que eu sou modelo? (Risos). Eu quero que pintem muitos e muitos desfiles, pois é a única coisa que ainda não fiz na minha carreira. Controlei a alimentação há 15 dias, estou magérrima e pronta para arrasar nas passarelas?, declarou, bastante animada.

Segundo Léo, uma autobiografia e uma nova música ? It?s Over Baby ? também devem surgir entre os seus novos projetos. ?Irei terminar de escrever minha biografia, que será chamada Castelo de Pedras, e também quero fazer a minha música bombar. Já está tudo pronto, gravado, editado, com clipe na internet", diz ela, que preparou a produção antes de entrar no programa.

"Sou visionária, meu bem! Pensei em tudo desde quando fui convidada, sabia que teria que ter algo preparado para quando saísse, mesmo se fosse na primeira semana. E saio do programa muito mais feliz, muito mais humana, muito mais humilde, muito mais artista, com uma grana boa e muito mais famosa. Que venham muitos trabalhos?, comemora.

Terceira colocada

A performer garante que está satisfeita com o terceiro lugar no reality show e que não sabe se estaria preparada para ficar com a bolada de R$ 2 milhões. ?A maior vitória é essa: uma trans na final. Há pouco tempo, sequer seríamos convidadas para um programa como esse, mas existe uma mudança na sociedade, que reflete na mídia. Saímos de uma classe massacrada para nos darmos ao luxo de sermos vistas como iguais?.

Ela pondera dizendo que só chegou à final porque se dedicou nas provas e procurou viver em harmonia com os participantes. ?Se não tivesse arrebentado nas provas, seria eliminada logo de cara. Sou bastante realista e forte, ganhei duas provas de fazendeira e também fui para a final por conta da prova. Mexe com a magrinha aqui (risos). Nunca fui frágil, só sou magra porque quero ser modelo?.

Questionada sobre o pior de A Fazenda, ela revela que a falta da família e o contato constante com as mesmas pessoas foram tão difíceis que quase provocaram a sua desistência. ?Com três meses, a gente fica desesperada. Quer ver cara nova, conversar com outras pessoas. Às vezes, me sentia uma presidiária pela pressão. Quase enlouqueci e toquei o sino (risos), mas valeu ter participado. Hoje, existe um Léo antes de a Fazenda e outro depois?.

A performer sai do jogo com um carro 0Km.

Fonte: Caras