Livre-se dos efeitos do sol durante o verão

Veja dicas importantes para se safar das queimaduras nesta reta final de verão

O verão está quase acabando, mas ainda é preciso cuidar da pele, pois, neste período, todos ficam mais tempo expostos ao sol, que está cada vez mais forte. Devido ao grande buraco na camada de ozônio, os raios UV (ultra-violeta) chegam mais intensos à Terra e geram o aumento de incidência de queimaduras, entre outros prejuízos à pele.

Para a maioria dos brasileiros, bronzeado é sinônimo de aparência saudável, e é no verão que muitos querem desfilar seus corpos queimadinhos pelo sol. É aí que o cuidado deve ser redobrado. O excesso de sol pode causar manchas na pele, queimaduras fortes, ardência, envelhecimento e até câncer.

O protetor solar deve ser usado diariamente; em dias de exposição constante, o produto deve ser aplicado mais de uma vez, principalmente se houver contato com a água. Roupas de algodão, que são 90% seguras contras as radiações, e também chapéus são indicados. E deve-se evitar roupas sintéticas, que são apenas 70% seguras, pois absorvem mais o calor e as radiações do sol, protegendo menos a pele. Outro ponto são os horários em que se deve evitar a exposição ao sol (entre às 10h e as 16h). Neste período do dia, o sol está mais forte e oferece mais riscos à pele.

Confira uma minientrevista com a dermatologista Maria Paula Del Nero e esclareça algumas dúvidas sobre o assunto!

Que tipo de protetor solar é mais adequado? É verdade que depois do protetor 30 qualquer outro protetor tem o mesmo grau de proteção?

O protetor solar mais adequado é aquele específico para o seu tipo de pele. Se a pessoa tem pele muito clara, com tendência a manchas, é ideal que use um protetor com fator alto e que tenha filtro químico e físico, geralmente acima de FPS 60. Já para uma pessoa morena, fator acima de 15 para o dia-a-dia serve, mas o ideal é acima de 30. A verdade é que o filtro com FPS 30 vai proteger a pele em 95% contra os raios solares; já o filtro com FPS 60 vai proteger a pele em 98%. Para as pessoas que já tiveram câncer de pele ou têm melasma (manchas), esses 3% fazem muita diferença.

É verdade que roupas na cor preta absorvem mais o calor? É melhor optar por cores claras?

Os tecidos de cor preta realmente absorvem mais o calor. Eu recomendo usar cores mais claras, que vão refletir a luz.

Para quem ganhou queimadura ou vermelhidão por conta do sol em excesso, o que deve ser feito?

Aplicar compressa gelada de chá de camomila ajuda a melhorar a queimadura e a vermelhidão, ou cremes calmantes com aloe vera, alfa bisabolol, azuleno ou camomila. E guardar como lição para se proteger mais da próxima vez.

Fonte: Terra