Mel auxilia no tratamento de lesões

Peróxido de hidrogênio e flavonoides do alimento têm função antibacteriana

 Um estudo da universidade de Nova Zelândia concluiu que o mel é um grande aliado no combate a infecções, provocadas por lesões. Segundo os pesquisadores, o alimento contém substâncias como flavonóides e o peróxido de hidrogênio, que tem grande poder antibacteriano e anti-inflamatório, que removem do ferimento o pus, cascas de feridas e tecidos mortos, estimulando o crescimento de novos tecidos e impedindo a ação das bactérias.

Assim, quando há um ferimento, estas substâncias formam uma camada protetora que impede que a infecção de estenda. Testes com 30 pacientes com ferimentos graves indicaram que o mel é mais efetivo no controle de infecção do que a sulfadiazina de prata, substância base de pomadas e medicamentos antibacterianos utilizados em hospitais.

Os pacientes tiveram o alimento incluído na dieta, ingerindo duas colheres de sopa por dia, durante o tratamento. Após duas semanas, o pus foi eliminado totalmente e a ferida já estava quase curada. Os estudiosos alertam ainda para eficiência do mel em lesões provocadas por queimaduras.

Segundo eles, a capacidade de reduzir a inflamação e retirar os radicais livres do ferimento deve interromper o progresso do dano à pele, bem como proteger contra o estabelecimento de uma infecção. Eles explicam que seu uso deve ser via oral, através de sua inclusão no cardápio diário e nunca como pomada ou creme.

Fonte: minhavida