Modelo plus size perde 30kg para ser exemplo de "gordinha saudável’

Fabiana Camilo perdeu 30 quilos e saltou do manequim 54 para o 46.

Conhecida por desfilar para diversas grifes de roupa plus size, a modelo Fabiana Camilo resolveu emagrecer depois que fez exames e verificou que não estava tão saudável quanto pensava. Fabiana mora em Praia Grande, no litoral de São Paulo, e teve que adaptar sua rotina cheia de viagens aos conselhos médicos. Assim, conseguiu perder 30 kg e percebeu que para ser mais procurada no mercado de moda plus size é preciso ser uma ?gordinha saudável?.


Modelo plus size perde  30kg para ser exemplo  de

O trabalho como modelo de marcas de tamanhos grandes deixou Fabiana com a falsa sensação de que estava bem de saúde. Mas, ao receber os resultados de exames de rotina, no ano passado, ela percebeu que essa não era a realidade. ?Percebi que algumas taxas estavam se elevando, inclusive de hormônios. Isso nunca tinha acontecido antes e me fez repensar no porquê de descuidar da minha alimentação?, disse ela. Na mesma época, Fabiana recebeu vários emails de mulheres que se inspiravam nela. Segundo Fabiana, elas diziam que estavam comendo excessivamente para ganharem peso e se tornarem modelos plus size. Ela, que sempre incentivou as mulheres a terem a auto estima elevada, independente do tamanho do manequim, não imaginou que as mulheres quisessem engordar para virar modelo. ?Nunca passou pela minha cabeça que mulheres com perfis considerados perfeitos quisessem me usar de exemplo e de forma distorcida para cometerem loucuras?, disse ela.

Fabiana queria encontrar um modo de mudar o pensamento dessas mulheres. O jeito foi mostrar que antes de ser modelo é preciso ser saudável. Assim, resolveu aliar a necessidade de emagrecer e a vontade de servir de exemplo para o público que admira as modelos plus size. ?Comecei em junho de 2012 a procurar especialistas para cuidar do que não estava tão bem na minha saúde, mas foi em outubro que comecei a ter acompanhamento de uma nutricionista que aliou a minha vida corrida e o que gosto de comer a minha dieta?, conta ela. A modelo conta que o problema nunca foi a quantidade de comida, mas o que ela comia e quanto comia. Como também não fazia exercícios físicos, acabava acumulando muito mais calorias.

Fabiana conta que engordou sem perceber. ?Obesidade não é uma opção, é uma condição e quem tem tendência a engordar não pode descuidar porque quando menos se percebe engordou 10kg?, disse. Os quilos a mais também prejudicaram o trabalho como modelo. As marcas fazem roupas até o tamanho 60, mas preferem que usem 44 ou 46 para os desfiles e catálogos. Como Fabiana estava no 56, acabou ficando para trás em algumas situações. ?Como estava muito acima do manequim desejado acabei ficando de lado por alguma empresas que já estava habituada a trabalhar. Eu vi nisso a chance de mudar o meu foco. Emagrecendo não ficaria apenas focada nas grifes especializadas, mas abriria o meu leque de opções também para marcas e lojas de departamento?, disse ela.

Após quase cinco meses de acompanhamento físico e nutricional, Fabiana perdeu 30 kg, passando dos 116 kg para os 86 Kg e saltou do manequim 54 para os 46. Ela voltou a ter exatamente o mesmo peso da época em que entrou para o mercado plus size e mais propostas de emprego. ?Voltei a conquistar novos contratos e já fui fotografada para novos clientes em outros estados?, conta.

Fabiana ainda quer emagrecer mais 10 kg e se estabilizar no manequim 44. Mas, acima de tudo, ela destaca que se sente mais disposta e, atualmente, faz caminhadas sem se sentir tão cansada como há alguns meses. Ela diz que todas as mulheres que querem ser modelo plus size precisam de um acompanhamento médico e quer realizar os exames de rotina nos períodos corretos. ?Só eles indicam se você realmente é uma gordinha saudável ou não. As pessoas precisam cuidar da saúde porque esse sim é fator primordial para se manter bonita e ser um exemplo a ser seguido?, finaliza.

Fonte: G1