Cigarro aumenta as chances de obesidade

Pesquisa revela que mulheres fumantes podem ser mais afetadas pelo sobrepeso

Mulheres que fumam têm até duas vezes mais chances de desenvolver sobrepeso. Foi o que constatou uma pesquisa feita pela Faculdade de Nutrição do Instituto de Ciências da Saúde da Universidade Federal do Pará, em parceria com o Núcleo de Pesquisas Epidemiológicas em Nutrição e Saúde da Universidade de São Paulo. A informação é da Agência Notisa.

As cientistas Naíza Bandeira e Erly Moura, coordenadoras da pesquisa, utilizaram dados obtidos a partir de inquérito telefônico feito com 1066 indivíduos com mais de 18 anos de idade residentes em Santarém. Elas afirmam que a pesquisa não tem significância estatística, mas aponta uma tendência jamais observada em outros estudos do mesmo tipo.

O inquérito telefônico levava em conta dados de saúde, como padrões de alimentação, atividade física, consumo de cigarros e bebida alcoólica, hipertensão, diabetes e colesterol elevado; e dados socioeconômicos e demográficos. Foi constatado que após os 20 anos de idade, “a prevalência de excesso de peso passa a ser significativamente maior para a fumante atual". Isto é, mulheres que fumam têm 2,56 vezes mais chance de apresentarem excesso de peso do que as nunca fumantes e ex-fumantes.

Fonte: Terra