Mulheres bonitas discriminadas no trabalho

A beleza pode mesmo ajudar a conquistar posições, mas ainda está restrita à cargos

Novidades desagradáveis para as bonitas! Apesar das estatísticas dizerem que elas cometem menos crimes, uma nova pesquisa anuncia que na disputa por posições historicamente consideradas masculinas, como construção civil, setor financeiro e engenharia elas sofrem preconceito. Mesmo sem ler a pesquisa conduzida pela University of Colorado Denver Business School já dá para imaginar porque: beleza e inteligência, ou pior, força, ainda estão distantes num imaginário coletivo, de maneira que os homens culturalmente tem maior vantagem na disputa por esses cargos. De acordo com Stefanie Johnson, responsável pela pesquisa, apesar de pessoas bonitas historicamente terem mais aceitação no mercado de trabalho, nesses contextos “masculinos” uma mulher ser considerada atraente é desvantajoso para as mulheres. Esse dado que ainda refletiria uma disparidade entre os gêneros e o mercado de trabalho, já que homens bonitos, não encontraram as mesmas dificuldades em garantir uma boa vaga nesses mercados. Ou seja: a beleza pode mesmo ajudar a conquistar posições, mas ainda está restrita à cargos como secretária ou recepcionista, funções que exigem um contato direto com a clientela. Mas, convenhamos, as mulheres, bonitas ou feias (aliás, quem aqui irá julgar a beleza das candidatas a cada vaga?) podem bem mais do que isso!

Fonte: Terra, www.terra.com.br