O batom vermelho está de volta dando "poder"

O batom vermelho está de volta dando "poder"

A publicitária Lucinéia não usa porque o marido acha horrível

O decano jornal inglês The Times dedicou recentemente um espaço de sua colunista Edwina Ings-Chambers (nome mais britânico, impossível) para falar da nova moda entre as moças bretãs, totalmente na contramão da corrente nude: usar batom vermelho. Na terra da rainha verifica-se uma queda de 4% na venda de gloss e um crescimento de 3% na de batom. Marcas como Mac, Dolce & Gabbana e Dior apostam na tendência também. E no meio de tantas justificativas sobre o porquê das bocas cor de rubi, envolvendo da crise econômica de 1998 à moda do chique austero, surge a declaração da cantora e mulher que nunca envelhece Cindy Lauper resumindo tudo: "batom é símbolo de feminilidade e força interna".

"Eu acho o batom vermelho maravilhoso porque ele dá uma sensação de lábios carnudos dentro da concepção física e de poder no aspecto psicológico. Para muitas mulheres permitir¿se usar o batom vermelho é sinal de autoestima elevada e dizer para si mesma "sim, eu posso", pois provoca sensação de segurança, de ser sexy, de ser feliz e de ser resolvida consigo" afirmou a professora de pompoarismo Lu Riva. É muito interessante notar que, conversando com algumas mulheres brasileiras por um dos sites de rede social, nota-se que a rejeição pelo batom vermelho é justamente provocada pelas qualidades apontadas por quem gosta da cor.

A consultora Vivien é uma que nunca usou a cor. "Acho o batom vermelho provocante demais. Se quero arrasar na maquiagem prefiro caprichar nos olhos e deixar a boca mais discreta. Mas acho que em mulheres bem claras ficam bem porque dá um contraste no tom de pele" disse à reportagem. A executiva de uma empresa de fragrâncias, Deise, apesar de gostar e usar batons de cores fortes, acha que dá a sensação de que a boca chega antes do corpo. Já a produtora Maria Luíza acredita que a mulher que usa batom vermelho tem de ter estilo, senão do sensual vai pro brega ou vulgar. E complementa: "acho que, apesar de trazer sensualidade, vem com um "ar falso" de mulher produzida. E pra beijar é uma meleca, porque fica borrado. Tenho a leve impressão que homem detesta ficar sujo de batom. É verdade?".

Em termos. A publicitária Lucinéia não usa porque o marido acha horrível. E os dois únicos homens que se dispuseram a dar seu parecer sobre o batom vermelho se dividiram. O executivo Ronaldo detesta porque não quer sentir gosto de frutas, nem ter a sensação de "extura de graxa" na boca. Já o profissional de vendas Marcelo acha que o batom transmite o calor da mulher, é sofisticado e a noite promete quando a menina está com um vestido decotado, salto alto e uma bela boca com lábios vermelhos. Só que ele alerta, não são todas que sabem quando e como usá-lo.

E é aí que reside o problema, como e quando usar. O batom vermelho combina com o ambiente de trabalho ou é exclusivo para a noite? Segundo a consultora de imagem Lilian Riskala, ele é ideal para sair, mas não para trabalho, a não ser que seja um leve toque de batom vermelho com tom opaco. "Aquele vermelho paixão e brilhante é para ocasiões sociais", disse a especialista. Em compensação, a consultora de RH Dulce Salles não descarta o batom vermelho no escritório, mas faz ressalvas: "depende dos "complementos". Batom vermelho pede maquiagem levíssima durante o dia. Ele quebra uma roupa sóbria e enfeita a dupla jeans e camiseta. Na era do nude, uma cor é sempre bem-vinda". A executiva de marketing Mônica concorda: "no ambiente de trabalho a mulher tem de combinar o trio roupa-maquiagem-fragrância.

Então, se a mulher trabalha com roupas mais formais, sem dúvida que o batom vermelho não colocará em risco sua reputação. Se é do tipo de mulher que trabalha informal, com blusas mostrando sutiã (muito na moda hoje em dia), o batom pode ser um sério - ainda que involuntário - inimigo à fama da menina". E já que estamos falando de imagem, a designer Carolina não perdoa certos deslizes. Acredita que se a mulher é feia, não deve usar um acessório que chamará mais a atenção à sua feiúra e que nesses casos, o batom deve ser de outra cor.

Uma coisa é certa, por mais que a pessoa não goste, o batom vermelho confere à mulher um poder adicional à sua personalidade. E, sim, estará sempre relacionado com sensualidade e sexualidade, por isso é preciso de bom senso para usá-lo. "O vermelho por ser uma cor quente é relacionado a tudo que é gostoso e é extremamente sensual. Uma mulher com batom vermelho pode ter certeza que a noite será maravilhosa, e se permitirá colocar para fora a deusa que encanta e hipnotiza, e ser maestrina dessa grande sinfonia que se chama amor. É dar o tom e o toque. É saber conquistar", disse Lu Riva. E pode apostar que muitos homens, assim como eu, assinam embaixo disso.

Fonte: Terra