Obesas fazem menos sexo e têm mais filhos

Segundo pesquisa realizada na França o principal motivo pelo mais número de gravidezes indesejadas é a falta de preocupação com métodos anticoncepcion

Parece contraditório, mas uma recente pesquisa divulgada pelo Jornal Britânico de Medicina constata que mulheres obesas (aquelas que tem o Índice de Massa Corpórea acima de 30) tendem a ter menos parceiros sexuais e a fazer menos sexo, mas estão menos inclinadas a utilizar contraceptivos ou tirar dúvidas sexuais com seus ginecologistas, por isso, têm mais filhos.

O estudo, que foi realizado na França, descobriu que as mulheres obesas não são tão adeptas das pílulas anticoncepcionais e confiam mais em métodos menos eficazes como o coito interrompido. Assim sendo, não surpreendentemente percebeu-se entre as entrevistadas que as obesas tinham quatro vezes mais chances de engravidarem contra a própria vontade.

Os pesquisadores também descobriram que mulheres nestas condições estão dez vezes mais sujeitas a contraírem doenças sexualmente transmissíveis. Foram entrevistados 100 mil homens e mulheres franceses obesos ente 18 e 69 anos.

Fonte: Abril, www.abril.com.br