Óleo corporal deve ser usado na medida

Quando usado de forma excessiva, o produto pode acabar deixando a pele opaca

Para quem gosta de manter a pele hidratada e macia, os óleos corporais são uma boa alternativa. Eles formam uma película em todo o corpo que não deixa a água evaporar. Isso é fundamental para manter o nível de hidratação. No entanto, os óleos não devem substituir os cremes hidratantes convencionais. O ideal é fazer de um o complemento do outro.

Os hidratantes repõem a água e os óleos evitam a desidratação da pele. Embora, o uso dos óleos devem ser feito com parcimônia. Evite substituir o hidratante pelo óleo corporal durante o banho. ?Quando é usado com freqüência, o produto forma uma camada de impermeabilização, que deixa a pele opaca e sem brilho?, explica a dermatologista Ana Cristina Fasanella, de São Paulo. O ideal é usar o produto uma vez por semana apenas.

O dos óleos na região da face também deve ser evitado para não acentuar a oleosidade - a não ser os específicos para a região dos olhos.

Muitos óleos também possuem ação terapêutica. Alguns possuem substâncias ativas que fazem uma verdadeira terapia por meio do aroma empregado. Em massagens, atuam como relaxantes. Os bifásicos e trifásicos, como estão disponíveis no mercado, são uma mistura de óleos com densidades diferentes, que garantem uma forma mais aprimorada do produto.

Fonte: Abril, www.abril.com.br