Ser loira desinibe e ajuda a fazer mais sexo

Loira e Linda

Tingir o cabelo de loiro torna as mulheres mais confiantes e aumenta a possibilidade de elas fazerem sexo. Pelo menos é o que afirmam pesquisadores da Universidade de Nottingham Trent, na Inglaterra. Segundo eles, as loiras tingidas têm auto-estima redobrada em comparação com as mulheres que mantêm as madeixas com a cor natural.

Para avaliar o efeito da coloração do cabelo em relação à personalidade e ao bem-estar, o estudo analisou 205 mulheres entre 25 e 66 anos. Resultado: 50% delas sentiam-se mais bem percebidas e garantiam despertar mais os olhares masculinos após tornarem-se loiras. E confessaram ter mudado o visual justamente para chamar mais a atenção nas ruas.

Para o coordenador da pesquisa, Mark Sergeant, as loiras "realçadas" têm mais facilidade de dançar e de cantar na frente de desconhecidos do que as outras mulheres. Isso porque, segundo ele, as mudanças extrapolam o campo do comportamento para alterar sensivelmente o perfil psicológico. "O aumento na confiança e na desinibição foram quase sempre associados à mudança na auto-percepção. Afinal, elas sentem-se mais atraentes e confessam melhor desempenho sexual", diz.

Psiquiatra especializada em sexologia, Rita Jardim diz que, na década de 60, pintar os cabelos de loiro era um ato transgressor, que nas décadas seguintes evoluiu para um símbolo de erotismo e auto-confiança. "Antigamente, as mulheres loiras eram tachadas de prostitutas ou exibicionistas. Os cabelos loiros, hoje, estão muito mais associados à personalidade forte. A mudança é mais bem aceita pela sociedade moderna e também está mais valorizada pela mídia", afirma.

Preferência entre as "tingidas"

A administradora Alexandra Rocha diz que passou por uma transformação quando pintou os cabelos. "O cabelo loiro ajudou a me desinibir mais. Sempre fui muito tímida quando era morena, agora me sinto mais determinada", conta.

Em um site relacionamento há mais de 15 comunidades brasileiras sobre loiras tingidas. Em todos esses grupos, nota-se uma postura de auto-afirmação constante e valorização da atitude dessas mulheres.

Patrícia Sobral, 30 anos, foi morena durante muitos anos e optou pelo clareamento por combinar mais com o clima descontraído do verão. "Me sinto mais despojada e realçada com o brilho do sol. Tem tudo a ver com a mulher carioca", diz.

A mudança de cor para o louro é considerada a mais popular no mundo: é opção de quase 80% das mulheres que tingem os fios. Em seguida, ficam os tons de marrom e castanho.

Fonte: aaaaaaaaaaaaa