Sheyla Hershey sai do coma e vai recolocar os seios

Sheyla Hershey diz que ter seios enormes é a única forma de ser feliz

Sheyla Hershey, a mulher que já teve os maiores seios do mundo, saiu do coma nesta quarta-feira (16), depois de tentar se suicidar com uma overdose de remédios, no último domingo (13).

A modelo brasileira, que mora nos EUA, até já deu entrevista ao jornal The Sun. Ela disse que sua obsessão por ter os maior seios do mundo quase a fez perder a vida e aconselhou às mulheres a pensarem antes de mudar o visual através de cirurgias.

Hershey, que está com 31 anos, deu sua primeira entrevista ao jornal TheSun, depois do coma e contou como as graves infecções que sofreu por causa dos implantes que colocou nos seios, em junho de 2010, a levaram a uma segunda tentativa de suicídio.



Os problemas de saúde obrigaram os médicos a retirarem os implantes e isso fez Sheyla se sentir tão feia que passou a desejar a morte.

Horas depois de receber alta do hospital, esta semana, Hershey contou que sua obsessão arruinou seu casamento, destruiu sua saúde, fez sua família falir e quase a matou.

?Quando acordei do coma no hospital, na quarta-feira (16), não me lembrava de nada. Não espero que alguém entenda, mas serei honesta, sem meus seios me senti tão deprimida, que não queria nem mesmo viver.?

Sheyla já tinha seios enormes quando engravidou, em 2008 e precisou retirar os implantes. Depois do nascimento de sua filha, no mesmo ano, a modelo voltou a se submeter a uma cirurgia para recolocar as próteses de 3,5 litros em cada seio.

Foi então que começaram as infecções que a obrigaram, em 2010, a retirar novamente os implantes.

Mas a modelo não desistiu e passou a se tratar, não só da infecção como da depressão e do transtorno bipolar que sofre, para poder fazer novos implantes.

Dias antes da recolocação das próteses ela tentou se matar pela primeira vez e na semana passada, o fez novamente.

?Minha filha não tem nem dois anos ainda e sofro em pensar que estou assim, mas não tenho como evitar. Meu marido teve muita paciência mas agora nosso casamento está em crise total, isso sem mencionar nossa situação financeira, por causa das contas médicas. Se eu não resolver isso logo, tenho medo do que virá a seguir.?

Hershey continua:

?O pior é que há uma parte de mim que sabe que eu provavelmente vou acabar em um hospital de novo por causa da minha obsessão por ter os maiores seios do mundo.?

A modelo contou que os médicos disseram ao marido, quando ela entrou em coma, que esperasse pelo pior e que ele agora teme encontrá-la morta a qualquer momento.

?Ter os maiores seios do mundo é muita pressão e perder meus implantes em setembro foi devastador.?

Falando sobre sua primeira operação Sheyla contou:

?Minha primeira cirurgia foi em 2000 e eu aumentei um número no sutiã. Mas eu queria mais e mais.?

Hershey diz ter gasto US$ 97 mil nos últimos dez anos, obrigando seu marido a hipotecar a casa e quase pedir falência.

?Admito que sou egoísta, sei o que quero e chegarei a extremos para conseguir isto. Infelizmente depois da infecção em junho do ano passado que me obrigou a remover os implantes a conta médica ficou gigantesca e está afetando minha família. Gasto US$ 6 mil por semana em remédios.?

Com as contas se somando e com a situação familiar ficando cada vez pior, Sheyla diz que se sente cada vez mais deprimida.

?Coloquei meus seios acima de minha família por tanto tempo e agora eles me transformaram em alguém que eu odeio.?

E conclui:

?Sei que eles quase estragaram tudo, mas neste momento quero meus seios de volta e acho que isso vai curar minha depressão. Sei que Derek não quer que eu faça outra cirurgia, mas com ou sem seu consentimento vou viajar pra o Brasil ou México para colocar implantes novamente no mês que vem. Não tenho escolha se quiser ser feliz novamente.?

Fonte: OFuxico, ofuxico.terra.com.br