Técnica de tratamento de pele utiliza peixes vivos

Os peixes doutores podem sobreviver em águas com temperaturas de até 43°C.

Você pagaria para ter parte de seus membros digeridos por um exército de peixes pequenos e com fome? Pois saiba que essa técnica faz parte de um tratamento que vem crescendo muito no mundo todo.

O tratamento com o peixe-médico teve origem na Turquia em spas de relaxamento, e vem ganhando espaço em clínicas em países como Japão, China e parte da Europa. Eles usam uma espécie de peixe conhecido como Garra rufa para tratamentos cosméticos e de embelezamento, assim como auxílio no tratamento de doenças de pele.

O Garra rufa pode ser encontrado nas bacias hidrográficas em todo o norte e centrais do Médio Oriente, em países como Turquia, Síria, Iraque e Irã, mas agora é artificialmente criado em piscinas especialmente para os balneários. Os spas com peixe-médico apareceram pela primeira vez na Turquia, onde pessoas de todo o mundo, que sofrem com uma doença chamada psoríase, começaram a chegar para o tratamento.

Portadores de psoríase desenvolvem manchas vermelhas em seu corpo, com pele escamosa, que gera coceira e dor. O papel destes pequenos peixes é comer partículas de peles mortas, deixando a pele saudável intacta. Ao inserir o corpo em um recipiente com água morna, a pele inútil começa a se descamar e logo um exército de peixes-médicos aparece para comer tudo o que for pele morta.

Os peixes doutores podem sobreviver em águas com temperaturas de até 43°C, por isso são utilizados em banhos relaxantes. O tratamento com peixes não cura a psoríase, mas atenua os sintomas e melhora a aparência dos pacientes.

Nos últimos anos, países asiáticos começaram a abrir spas com o tratamento com peixes para fins estéticos. Se você gosta de cuidar da pele, sabe que a esfoliação é um tratamento muito forte e que não deve ser realizado repetidas vezes por causa dos produtos químicos poderosos que são usados. Porém, com a ajuda do peixe-médico, você pode dizer adeus a sua pele velha e um olá para uma nova camada saudável, suave como a de um bebê.

Ainda não se tem notícias de spas com este tipo de tratamento no Brasil.

Fonte: Terra