Técnicas não-cirúrgicas para perder peso

São técnicas diferentes que tem o mesmo propósito: fazer com que se elimine peso através de uma reeducação alimentar

Segundo dados divulgados pelo Ministério da Saúde, 46,6% da população está com excesso de peso, estado que contribui para doenças crônicas como diabetes, pressão alta e problemas do coração. Entre as empresas e instituições que buscam soluções para frear o problema está o Hospital das Clínicas de São Paulo, que atualmente estuda um novo procedimento para ajudar pacientes com sobrepeso. Trata-se de uma técnica endoscópica, que insere via oral uma espécie de revestimento de 62 centímetros no início do intestino delgado. A técnica impede a absorção de comida na região e, portanto, o alimento vai do estômago diretamente para a porção final do intestino, fazendo com que o paciente perca em torno de 30% do excesso de peso. Outro tratamento que também favorece a perda de peso é o uso do balão intragástrico. Também colocado via endoscopia, o balão é inflado de 400 a 700 ml de solução salina e azul de metileno estéreis, o que faz com que a pessoa sinta uma saciedade precoce. “São técnicas diferentes que tem o mesmo propósito: fazer com que se elimine peso através de uma reeducação alimentar. Porém, é importante lembrar que depois do procedimento feito no intestino, o paciente deve tomar suplementos vitamínicos, para suprir a falta de absorção de nutrientes pelo organismo, diferente de quem fez o tratamento com o balão”, explica o gastroenterologista e cirurgião Denis Pajecki.

Fonte: Abril, www.abril.com.br