Idosa faz uma tatuagem com cinzas do marido morto

A viúva diz que a ideia fazer uma tatuagem com as cinzas do marido foi de sua amiga Chris Walker

Uma viúva britânica decidiu homenagear o marido morto utilizando suas cinzas para fazer uma tatuagem.

A moradora da cidade de Hull Barbara Peterson, 65 anos, perdeu seu marido, Brian, em julho do ano passado, vítima de câncer.

A viúva diz que a ideia fazer uma tatuagem com as cinzas do marido foi de sua amiga Chris Walker, 67 anos, que viu o procedimento em um programa de TV americano.

Para realizar o trabalho, os tatuadores trituraram as cinzas esterilizadas de Brian até que elas se tornassem uma fina poeira, que foi misturada à tinta utilizada para a tatuagem.

A imagem escolhida por Barbara foi uma flor azul cercada de tranças, que foi tatuada em sua mão direita. Esta foi a terceira tatuagem feita pela britânica.

O gerente do estúdio de tatuagem Body Art, Andrew Jamieson, diz que esta foi a primeira vez em que ele concordou em tatuar alguém com as cinzas de uma pessoa morta.

"Nós sempre tentamos fazer coisas novas", disse ele, que alerta as pessoas para terem cuidado na hora de fazer o mesmo. Jamieson diz que seus conhecimentos de química o ajudaram a realizar o trabalho da maneira certa.

Já Chris, a amiga que deu a ideia a Barbara, usou as cinzas restantes para ter ela mesma uma tatuagem em homenagem a Brian.

"Eu tatuei estrelas na minha mão esquerda. Brian e eu fomos amigos por 40 anos, todos nós sentimos muito a sua falta", diz.

Fonte: UOL