Mulher de 80 anos pousa avião após morte de marido piloto

O casal havia decolado com seu bimotor da Geórgia, com destino a Sturgeon Bay, onde vivem

Uma mulher de 80 anos conseguiu pousar com sucesso um avião bimotor Cessna em um aeroporto no Estado americano de Wisconsin após o seu marido, que pilotava a aeronave, desmaiar, disse o administrador do local nesta terça-feira. Helen Collins, que nunca havia pilotado anteriormente, manteve a aeronave no ar por cerca de uma hora e conseguiu pousar em segurança na pista do aeroporto de Sturgeon Bay, no Condado de Door.

O casal havia decolado com seu bimotor da Geórgia, com destino a Sturgeon Bay, onde vivem. Quando o marido, John Collins, desmaiou, ela assumiu o controle e estabeleceu contato por rádio com o aeroporto, que a orientou a voar em círculos, enquanto um piloto local era chamado para ajudar. O piloto decolou com o seu próprio avião e a guiou, segundo Kasbohm.

"Ela foi notável no rádio", disse Keith Kasbohm sobre o incidente, ocorrido na segunda-feira. "Ela manteve a compostura e parecia ser piloto há anos. Ela sabia o que fazer quando disseram para ela: "Flaps para baixo, aumente o acelerador, levante o nariz do avião". Ela estava fazendo bem", disse Keith Kasbohm, administrador do aeroporto.

Depois de duas tentativas de pouso, a idosa avisou por rádio que um dos motores estava rateando por falta de combustível. Restava-lhe uma terceira tentativa. "Ela soltou o avião a cerca de 12 metros, e o trem de pouso dianteiro caiu com o segundo impacto. Ela derrapou e parou na pista. Ela estava bem", relatou o administrador.

Segundo as autoridades locais, John Collins foi pronunciado como morto posteriormente, enquanto Helen sofreu apenas lesões leves resultantes de um pouso atribulado e foi tratada em um hospital nos arredores do aeroporto.

Fonte: Terra