Mulheres usam pílula para não menstruar. É perigoso?

Apesar do grande número de mulheres adeptas dessa tática, ainda há muita dúvida se isso pode ou não fazer mal à saúde.

É muito comum, em época de férias, mulheres usarem pílulas anticoncepcionais de maneira ininterrupta para evitar a menstruação. Principalmente para quem tem muita cólica ou grande fluxo menstrual, pode ser uma alternativa para curtir a praia sem preocupação.

Apesar do grande número de mulheres adeptas dessa tática, ainda há muita dúvida se isso pode ou não fazer mal à saúde. De acordo com Rogério Guimarães, diretor da Clínica Ânima, em São Paulo, ?a pílula pode ser usada de forma contínua, mesmo que por um curto período, como somente no verão. Existem vários estudos mostrando que isso não causa nenhum prejuízo à saúde?.

Só há contra-indicações para mulheres com antecedente de trombose, doença cardiovascular ou com presença de trombofilia hereditária. Mas não podemos esquecer as reações pessoais às pílulas.

Se você é daquelas que já usaram esse método contraceptivo e tiveram sensação de inchaço, ganharam peso e mais celulites, é melhor não arriscar. Outro inconveniente são os escapes. Aí, não tem como prevenir nem evitar.

- São períodos de sangramento de pequena intensidade durante o uso da pílula. Ocorrem com mais frequência com o uso da pílula contínua e mais ainda quando se toma por um período curto.

Por isso, é melhor pesar os prós e os contras. Pior do que menstruar na praia é ficar inchada, engordar e ainda ganhar umas celulites extras de brinde.

Fonte: R7, www.r7.com