Homem faz doação de seu sêmen à lésbicas e é obrigado a pagar pensão

Juíza condenou rapaz a pagar depois que casal se separou.

Uma juíza do Kansas ordenou que um homem que teria doado seu sêmen para um casal de lésbicas pagasse pensão alimentícia. William Marotta, de 46 anos, doou o sêmen depois de ter assinado um documento que o livra das obrigações legais como pai biológico, mas mesmo assim ele não foi poupado.

De acordo com a juíza Mary Mattivi, o homem e o casal descumpriram uma lei estadual que exigia a presença de um médico licenciado durante a inseminação artificial. Assim sendo, os documentos assinados perdem seus valores.

No ano de 2009. Willian viu um anúncio de Jennifer Schreiner e Angela Bauer no site de classificados Craigslist, e um ano depois doou seu sêmen para que Jennifer desse à luz.

Mas depois do nascimento da criança, o casal se separou, e agora Angela está com problemas de saúde que a impede de trabalhar. Assim, Jeniffer entrou com pedido de pensão ao governo, mas acabou não conseguindo. O estado do Kansas resolveu então recorrer ao pai biológico, pedindo na Justiça que William pague a pensão para a criança do filho que ele teria gerado.

Fonte: Tech Mestre