Acusado de estuprar mulher é inocentado, pois vítima é homem

Acusado de estuprar mulher é inocentado, pois vítima é homem

Tribunal decidiu que "intenções" de acusado não seriam completadas.

Um sueco acusado de tentar estuprar uma mulher foi inocentado das acusações depois que descobriu-se que a vítima era, na verdade, um homem, segundo o site The Local. Um tribunal na Suécia disse ter entendido que a intenção do crime não tinha a possibilidade de ser completada, já que a vítima era do sexo masculino, e não do feminino.

O acusado de 61 anos afirma que não tinha ideia de que estava seguindo um homem vestido de mulher, e não uma mulher, conta a publicação. A vítima estaria tomando hormônios pensando na possibilidade da mudança de sexo.

O The Local afirma que, depois de seguir a mulher, o acusado foi ?brutalmente violento?, rasgando as calças da vítima. Um ex-namorado da vítima veio a seu socorro e a polícia chegou ao local e prendeu o homem.

Apesar disso, o tribunal entendeu que por se tratar, na verdade, de um homem, as intenções do acusado eram impossíveis se serem completadas. ?Ele queria estuprar essa mulher em particular, mas, como ela era um homem, o crime não foi cometido?, disse o juiz, segundo a publicação.

O acusado foi condenado por agressão. O The Local afirma que a punição é quatro anos de prisão e multa.

Fonte: G1