Mulher é demitida por fazer contos eróticos

Mulher é demitida por fazer contos eróticos

Deidre Clark quer 3,5 milhões de libras de ex-chefes

A imaginação da Deidre Clark rendeu sua demissão de um renomado escritório de advocacia internacional. A advogada foi dispensada depois que os sócios da empresa descobriram que a profissional escrevia contos eróticos na internet.

A mulher, que trabalhava numa filial do escritório Allen & Overy em Moscou, usava o pseudônimo de "Ousada Deidre" para relatar experiências sexuais e divulgar poemas de conteúdo mais sensual. A firma não gostou e considerou a iniciativa uma "falta de conduta".

Deidre Clark se sentiu prejudicada com a demissão e está processando os ex-chefes em 3,5 milhões de libras, algo como R$ 3,4 milhões.

Aos 44 anos de idade, Deidre assumiu de vez sua postura ousada e agora assina uma coluna de contos sensuais em um jornal russo.

Fonte: g1, www.g1.com.br