Advogado erra e pede para publico ligar para número erótico gay

Advogado erra e pede para publico ligar para número erótico gay

Advogado foi tentar fazer uma piada durante o discurso, mas acabou ficando em maus lençóis.

O advogado Joe Amendola cometeu uma gafe tenebrosa nesta terça-feira (14) após tentar ser simpático com os jornalistas.

Ao tentar defender seu cliente Jerry Sandusky, acusado de crimes hediondos que nem serão comentados aqui, o advogado foi tentar fazer uma piada durante o discurso, mas acabou ficando em maus lençóis.

Amendola disse que se as pessoas acreditassem nas acusações feitas contra seu cliente, poderiam ligar para o número "0800-realidade". Ele fez essa piadinha porque, em alguns serviços dos EUA, existem telefones que trazem letras e números misturados, formando palavras.

Só o que o advogado não esperava, é que as pessoas fossem ligar, de fato, para o número.

E pior ainda: o tal número de telefone que ele inventou não apenas existe como, também, cai em uma espécie de linha erótica gay.

Uma gravação introdutória do serviço diz que ele é o melhor lugar para a "ação proibida para menores".

O serviço custa cerca de R$1,88 por minuto. Curiosamente, este é o mesmo preço que Amendola cobra por seus serviços.

A que ponto chegamos, não?

Fonte: r7