Jovens são condenados após falsa promessa de aumento de pênis

Jovens são condenados após falsa promessa de aumento de pênis

Zimbabuano e malauiano foram condenados a cinco anos de cadeia.

O zimbabuano Chrispen Chawinga, de 24 anos, e o malauiano Alex Chipembe, de 31, foram condenados a cinco anos de prisão depois que engaram um professor que desejava aumentar o tamanho do pênis, pois não conseguia satisfazer sua namorada.

Segundo o jornal zimbabuano "The Standard", a dupla recebeu US$ 3 mil do professor botsuanês Alfred Morupule, de 34 anos, com a promessa de aumentar o tamanho de seu órgão sexual.

Durante audiência no tribunal de Francistown, em Botsuana, Morupule disse que foi enganado por Chawinga e Chipembe, que se identificaram como curandeiros e afirmaram que poderiam melhorar seu desempenho na cama.

Morupule contou que o tratamento realizado pelos "curandeiros" não surtiu nenhum efeito no tamanho de seu pênis ou mesmo em seu desempenho na cama.

O professor afirmou ainda que sua noiva sempre reclamou de seu desempenho sexual e chegou a suspeitar que ele tivesse uma amante.

Fonte: G1