Agência de emprego oferece trampo pornô

Agência de emprego oferece trampo pornô

Por cerca de R$ 1.800, mulheres tiram a roupa em frente à uma webcam

Uma agência de emprego do governo britânico está oferecendo, à mulheres desesperadas por grana, trampo na indústria pornô.

Por um salário de cerca de R$ 1.800 por semana, elas devem tirar a roupa em frente à webcams, enquanto conversam online com internautas tarados.

A agência que recruta as donzelas para este trabalho diz que as candidatas devem agir como um personagem, quando estão peladas em frente à câmera.

Muita gente ficou chocada e revoltada com este tipo de oferta em uma agência que funciona graças ao dinheiro público.

Já tem ONG fazendo campanha contra a agência e cobrando explicações do governo.

Segundo uma porta-voz da ONG Mediawatch, isto está "a um passo da prostituição".

No entanto, desde 2003, por decisão de uma juíza, as agências de emprego do governo podem oferecer trabalho na indústria de entretenimento adulto.

Fonte: R7, www.r7.com