Norte-americana se machuca com vibrador e processa fabricante

Norte-americana se machuca com vibrador e processa fabricante

A americana April Bonjour pede uma indenização por danos morais e emocionais

Uma mulher entrou com um processo contra um fabricante de brinquedos sexuais em Yreka, no estado da Califórnia (EUA), alegando que teria se machucado com um vibrador durante uma relação sexual com o namorado, segundo a emissora de TV "KTLA".

A americana April Bonjour pede uma indenização por danos morais e emocionais.

Ela contou que, durante o ato, sofreu uma dor vaginal forte e um sangramento. "Rapidamente, meu namorado retirou o brinquedinho, que estava coberto de sangue", disse ela.

Após seu namorado ligar para o serviço de emergência, April foi levada para o hospital, onde o sangramento foi controlado.

Ela contou que procurou o fabricante do produto, mas a empresa se recusou a indenizá-la. Na ação, April pede mais de US$ 25 mil (cerca de R$ 43,6 mil).

Fonte: g1, www.g1.com.br