Americana processa polícia por confundir absorvente com droga

Americana processa polícia por confundir absorvente com droga

Leila Tarantino alega que teve absorvente retirado à força em blitz.

A americana Leila Tarantino entrou com um processo contra o Departamento de Polícia do condado de Citrus, no estado da Flórida (EUA), alegando que teve o absorvente retirado à força durante uma blitz em 2011, segundo a emissora de TV "ABC Action News".

De acordo com a ação, Leila Tarantino estava dirigindo na rua South Columbus, em Beverly Hills, na Flórida, em 11 de junho do ano passado, quando ela foi abordada pelos policiais. A mulher estava com os filhos no carro.

No processo, seu advogado alega que um policial saiu do carro com a arma apontada para veículo de sua cliente e pediu reforços.

Durante duas horas, outros quatro policiais, incluindo uma mulher, chegaram ao local. Leila foi revistada, mas os agentes não acharam nada. Mesmo assim, com a permissão do xerife Jeffrey Dawsey, a policial teria revistado as partes íntimas de Leila e retirado seu absorvente.

O departamento de polícia negou que o absorvente tenha sido retirado à força. Segundo as autoridades, ela foi revistada porque havia suspeita de que estivesse escondendo drogas, já que foi presa várias vezes por posse de drogas, dirigir alcoolizada e agressão.

Fonte: G1