Americano é preso acusado de fazer sexo com cavalo

Também foi detido Kenny Thomason, de 44 anos, dono do rancho Double Branch Road

O norte-americano Michael Tait, de 58 anos, foi preso na última quinta-feira (15), no condado de Maury, no estado do Tennessee (EUA), acusado de fazer sexo com um cavalo, segundo reportagem da emissora de TV "WKRN".

Também foi detido Kenny Thomason, de 44 anos, dono do rancho Double Branch Road, onde os dois suspeitos vivem. Eles foram presos acusados de crueldade contra os animais.

A polícia suspeita que os dois homens utilizavam o rancho para zoofilia, já que foram encontrados vários vídeos que mostram homens fazendo sexo com animais na fazenda.

Os dois foram levados para a cadeia do condado de Maury. A Justiça estipulou uma fiança de US$ 100 mil para cada um.

Na sexta-feira, a polícia levou um veterinário ao rancho para verificar a saúde dos animais, já que há uma grande quantidade de outros bichos na propriedade, como cavalos, cabras, cães e porcos.

Em 2005, Tait havia sido detido no condado de King, no estado de Washington, pelo mesmo crime. Na época, um homem morreu após fazer sexo com um cavalo na fazenda que havia sido alugada pelo acusado.

Fonte: g1, www.g1.com.br