Americano é preso ao usar pênis falso para fraudar exame de urina nos EUA

Homem tentava enganar exame para detectar uso de entorpecentes


Americano é preso ao usar pênis falso para fraudar exame de urina

Um homem foi preso em St. Charles, no estado do Missouri (EUA), acusado de utilizar um pênis falso para tentar fraudar um teste de urina obrigatório, que tinha o objetivo identificar se o americano tinha utilizado substância proibidas.

Sydney Levin, de 34 anos, estava fazendo o teste de urina como procedimento padrão de sua liberdade condicional quando um policial percebeu que o homem estava utilizando uma pênis de mentira para urinar. Nos EUA, A prótese é vendida como um "dispositivo discreto? que inclui uma espécie de urina sintética.

Levin acabou detido por possuir instrumento utilizado para fraude, e liberado após pagar fiança de R$ 50 mil.

Fonte: G1