Americano finge ser policial para ter desconto em rosquinha; veja

Americano finge ser policial para ter desconto em rosquinha; veja

Charles Barry exigiu pagar menos por comida em loja na Flórida.

Charles Barry, de 48 anos, foi preso no condado de Pasco, na Flórida, após se passar por um policial para conseguir ?descontos especiais? ao comprar rosquinhas.

De acordo com o site ?The Smoking Gun?, Barry se dirigiu várias vezes a uma unidade da rede ?Dunkin? Donuts? mostrando um distintivo falso e um revólver no coldre, e dizendo que gostaria de comprar rosquinhas com ?desconto policial?.

Uma das funcionárias disse que o americano, que trabalha como vendedor, que ele estava abusando da vantagem ao aparecer todos os fins de semana com a família no local, e não teria direito a um preço diferenciado.

O homem teria ficado irritado, e ameaçado a colaboradora. ?Sou um policial de 1,85 m e 145 kg?, disse Charles.

Policiais (de verdade) seguiram o homem assim que ele deixou a loja e, ao abordar Charles, foram encontrados o revólver, munição, e um distintivo falso. ?Fiz algo estúpido. Mostrei um distintivo para conseguir desconto na comida?, lamentou o americano em seguida.

Barry foi levado para a prisão do condado de Pasco sob acusação de se passar por um policial e porte incorreto de arma de fogo. O americano foi solto após pagar fiança de R$ 12 mil.

Fonte: G1