Arqueólogos acham esqueletos com barra antivampiro no peito

Arqueólogos acham esqueletos com barra antivampiro no peito

Segundo crença, pessoas ruins podiam virar vampiro após a morte

Arqueólogos encontraram dois esqueletos da Idade Média em escavações na cidade de Sozopol, na Bulgária, que apresentavam barras de ferro encravadas no peito, com o objetivo de que eles não se transformassem em vampiros.

Segundo as crenças pagãs, as pessoas que eram consideradas ruins durante sua vida podiam se transformar em vampiros após a morte. Para impedir que isso acontece, era preciso cravar uma estaca de ferro ou de madeira no peito da pessoa antes de ela ser enterrada.

Fonte: G1