Artista americana faz jantar usando carne de rato: "Muito suculento"

Artista americana faz jantar usando carne de rato: "Muito suculento"

O primeiro prato foi um crostini com queijo de cabra e carne de rato.

A artista americana Laura Ginn serviu um jantar especial todo preparado com carnes de ratos criados em laboratório, segundo reportagem do "New York Observer".

A refeição era parte do projeto artístico "Tomorrow We Will Feast Again on What We Catch" (Amanhã teremos um novo banquete com o que conseguirmos capturar) em que a artista explora a capacidade de sobreviver dos seres humanos.

Cada convidado pagou o equivalente a R$ 200 pelo jantar. "É uma forma de fazer as pessoas lidarem com seus medos e seus limites", disse a artista.



O primeiro prato foi um crostini com queijo de cabra e carne de rato. Em seguida foi servida uma terrine de rato e porco com salada. O prato principal era carne de rato assada e metade de um rato inteiro na brasa.

Ginn está acostumada a realizar projetos sobre sobrevivência. Ela já conseguiu ficar isolada, tendo construído sua própria cabana, caçado animais e aprendido a curar o couro deles (assista ao vídeo de apresentação dela). A mulher garantiu que a comida "é muito suculenta".

Fonte: G1