Artista exibe em NY pombos que contrabandearam charutos Cuba

Artista exibe em NY pombos que contrabandearam charutos Cuba

A exposição na galeria nova-iorquina foi aberta na sexta-feira (1º).

O artista americano Duke Riley, que treinou pombos para contrabandear charutos de Havana para Key West, na Flórida, enquanto outras aves filmaram a viagem de 160 km com câmeras especiais, está expondo os pombos e seus vídeos na galeria Magnan Metz, em Nova York. A exposição na galeria nova-iorquina foi aberta na sexta-feira (1º).

O artista disse que criou o projeto como uma tentativa de desafiar a ideia de que os EUA têm uma capacidade total de vigilância. Ele começou com 50 aves -- metade delas como contrabandistas, a outra metade como documentaristas.

"Muitas das obras que faço buscam criar alguma sensação de possibilidade ou empoderamento, de forma humorística e romantizada, usando os meios mais simples possíveis", disse Riley.

Essa foi também uma maneira de Riley protestar contra o embargo imposto desde 1962 pelos EUA contra Cuba. Por causa disso, os cobiçados charutos cubanos são proibidos em território norte-americano.



Menos de metade das aves treinadas por ele participou da missão. E, das 23 que foram, só 11 regressaram, trazendo consigo seis Cohibas que agora estão protegidos por resina e expostos na mostra.

Um 12º pombo caiu no porto de Havana, em circunstâncias obscuras, e conseguiu voltar vivo para os EUA, mas sem sua carga.

Fonte: G1