Artista já pintou mais de 7.500 quadros com o próprio pênis

Artista já pintou mais de 7.500 quadros com o próprio pênis

Tim Patch diz que não imaginava que fosse fazer tanto sucesso

O artista australiano Tim Patch, conhecido como "Pricasso", que usa o pênis como pincel, disse, em entrevista por e-mail ao G1, que já pintou cerca de 7.500 quadros desde que começou a usar a própria genitália como ferramenta de trabalho.

?Em média, eu pinto 1.500 quadros por ano. Nos últimos cinco anos, foram cerca de 7.500", afirmou Pricasso, que costuma participar com frequência de feiras eróticas em várias partes do mundo. E são nessas feiras que ele faz a maioria de seus retratos.



"Em uma feira erótica, são 20 retratos por dia. Como as feiras duram quatro dias, eu pinto, em média, 80 quadros", destacou ele, que tem como pintor favorito o inglês William Turner, que viveu entre 1775 e 1851.

Patch afirmou que teve a ideia de usar o pênis para pintar há alguns anos, mas não imaginava que fosse alcançar tanto sucesso. "Eu pensei que não seria levado a sério e que rapidamente seria esquecido, mas seis anos depois ainda estou no mundo dos negócios."

O artista australiano diz cobrar US$ 25 (R$ 43) por pintura durante as feiras eróticas. Além disso, ele recebe cachê dos organizadores para participar dos eventos.

Ele também já passou por momentos constrangedores durante feiras. Segundo Patch, já teve fã, que depois de beber demais, pegou em seu pênis e tentou pintar com ele.

Fonte: Futebol Interior