Mulher multada diz que policial confundiu celular com bombons

Mulher multada diz que policial confundiu celular com bombons

Mulher teria levado multa de R$ 600 ao oferecer doce aos filhos.

A professora australiana Marina Alexiou levava seus filhos para a escola quando foi parada por um policial, e foi acusada de usar o telefone enquanto dirigia. A mulher, no entanto argumentou que estava segurando uma caixa de balas ?Tic Tac? para servir os filhos, mas isso não suficiente para impedir que o oficial desse uma multa de R$ 600.

Alexiou tentou dizer ainda que o celular estava guardado, e que estava com a caixa de doces na mão. ?Ele me parou e perguntou ?onde está seu celular?? ?Está na minha bolsa?, e, quando procurei, lá estava ele?, relatou a mulher ao jornal australiano ?Herald Sun?.

Marina agora irá levar o caso à justiça e disse que está muito frustrada com o desfecho. ?O que me enfurece é que sou uma professora primária que diz com frequência às crianças que os policiais colocam as pessoas ruins na cadeia, e são indivíduos em quem podemos confiar. Meus próprios filhos foram à escola com a ideia de que policiais mentem, intimidam e que não são confiáveis?, lamentou.

Um porta-voz da polícia disse apenas que a multa foi emitida e que a australiana poderá recorrer. ?As novas leis sobre celulares são claras: se você estiver utilizando um telefone móvel em movimento, será multado?, apontou o inspetor Phil Brooks.

Fonte: G1