Homem esconde R$ 31,5 mil no forno e mulher queima as notas

Homem esconde R$ 31,5 mil no forno e mulher queima as notas

A mulher disse que não conseguiu parar de chorar, quando percebeu o que havia feito

Em vez de esconder dinheiro no já manjado colchão, um homem resolveu inovar e guardou 15 mil dólares australianos ( R$ 31,5 mil) dentro do fogão. Não revelou o esconderijo nem para a mulher. Sem desconfiar, ela acendeu o forno para fazer um lanche para as duas filhas. Acabou assando também os maços de notas.

Constrangido, o australiano, que vive em Sydney, não quis ter a identidade revelada. Ele disse que recebeu o dinheiro da venda do carro, e guardou no forno porque julgou ser um lugar ?seguro?. Segundo ele, a mulher nunca usava o eletrodoméstico.

- Era tudo o que eu tinha - disse ele, em entrevista ao site australiano ?Ninemsn?. - Eu não tenho nada em meu nome. O dinheiro deveria ir para a minha hipoteca. Eu já recebi uma ligação cobrando o pagamento que está atrasado. Eu disse a eles que pagaria no dia seguinte, mas o dinheiro foi queimado - lamentou.

A mulher disse que não conseguiu parar de chorar, quando percebeu o que havia feito.

- Eu lutava para respirar, e dizia ?queimei o dinheiro, queimei o dinheiro?. Eu sentia que ia desmaiar - lembrou ela.

Ao descobrir o dinheiro queimado, a primeira atitude do casal foi correr para o banco e tentar depositar o dinheiro. Mas uma funcionária se recusou a aceitar as notas.

- Eu me senti insultado. Eu pedi para a funcionária depositar o dinheiro em minha conta, e disse ?por favor, é tudo o que tenho?. Mas ela não quis receber - contou.

O australiano foi forçado a vender o carro - um esportivo - para pagar as contas atrasadas. Ainda de acordo com o site ?ninemsn?, a família contraiu muitas dívidas com a desaceleração do setor de construção. Isso porque o pai trabalha com cobertura de metal para telhados. Para piorar a situação, a água da casa ainda foi cortada, porque as contas estão atrasadas.

O site entrou em contato com o banco australiano. Uma porta-voz se desculpou pela conduta da funcionária e disse que a instituição fará o possível para ajudar o homem a recuperar o dinheiro.

Fonte: Extra