Bode reprodutor dá leite em Pernambuco

Tecido mamário pode ter sido estimulado, segundo veterinário

Um bode reprodutor com características raras tem despertado a curiosidade dos moradores de Jataúba (PE). Há cerca de oito meses, o animal começou a produzir leite. O bode vive no sítio do pecuarista Rogaciano Manuel da Silva, que também cria cabras.

No começo Silva achou estranho. ?Antes de examinar, eu achei que fosse um tumor. Mas depois percebi que era leite?, diz.

O bode tem 3 anos e pesa 100 quilos. As tetas ficam perto dos testículos do animal.

Segundo o veterinário Leonardo Siqueira, não há dúvida de que é leite. ?Pelas características de cor, odor e consistência, é leite?, afirma.

De acordo com Silva, muitas pessoas têm duvidado da masculinidade do bode. Mas ele tem certeza de que o bode é um legítimo reprodutor.

Segundo o veterinário Enrico Ortolani, o macho normalmente nasce com uma ?tetinha? e um pequeno tecido mamário, que não se desenvolvem. O que pode ter acontecido, nesse caso, é que o bode, quando pequeno, vivia com outros animais que mordiam os mamilos dele e isso estimulou o crescimento das tetas. Com a ordenha, o tecido mamário se desenvolveu a ponto de manter a produção de leite.

Ainda de acordo com o veterinário, o criador tem que tomar cuidado com o manejo desde pequeno, não deixando que os mamilos sejam cutucados por outros animais.

Fonte: g1, www.g1.com.br