Cão policial é obrigado a "escrever" e "assinar" declaração de testemunha

Peach foi testemunha de um caso

Já habituado ao cotidiano no trabalho na Grã-Bretanha, o cão policial Peach recebeu uma tarefa incomum. Ele foi testemunha de um crime e precisou registrar os detalhes por escrito. No final do documento, o animal ainda ?assinou?, confirmando a veracidade dos fatos.


Cão policial é obrigado a â??escreverâ?? e â??assinarâ?? declaração de testemunha para processo

Após muitas reivindicações da Justiça britânica para que Peach testemunhasse, mesmo sendo um cão, o policial responsável por ele perdeu a paciência e redigiu a declaração: ?Eu o persegui. Eu o mordi. Homem mau. Ele era saboroso. Bom garoto. Bom garoto, Peach?. Já que o cão não sabe escrever o própria nome, ele marcou uma digital da patinha no papel. Justo!

O documento foi publicado e compartilhado em perfis da polícia no Twitter. Oficiais espalharam a declaração de Peach em perfis no Facebook. ?Absolutamente amei isso!?, disse um dos policiais, na rede social.


Cão policial é obrigado a â??escreverâ?? e â??assinarâ?? declaração de testemunha para processo

Fonte: Extra