Com bíceps de 78,7 cm, egípcio levanta 270kg todos os dias em treino

Com bíceps de 78,7 cm, egípcio levanta 270kg todos os dias em treino

Moustafa Ismails faz treinamento exaustivo e levanta 270 Kg diariamente. Fisiculturista diz que críticas e roupas ideais são grandes desafios

Para manter seu físico de ?Popeye?, o fisiculturista egípcio Moustafa Ismails come 3Kg de proteínas, 4 Kg de carboidratos e quase 11 litros de água por dia para manter seus braços com 78 cm de diâmetro, correspondente ao tamanho da cintura de um homem pequeno.

Muitos céticos desconfiam de Moustafa, e acusam o fisiculturista de utilizar esteroides e outros meios artificiais para conseguir bíceps e tríceps com tamanhos tão impressionantes, ao ponto que a equipe do Livro dos Recordes está receosa em reconhecer o egípcio como o dono dos maiores braços do mundo.

Ismails insiste que seus braços são completamente naturais, e que o segredo está por trás de seu exaustivo treinamento. ?Eles me chamam de Popeye egípcio?, porém, ao contrário do desenho, ?gosto de galinha, carne, de qualquer coisa, a não ser espinafre?, contou o homem de 24 anos.

Não é nada fácil ser o dono dos maiores braços do mundo: porções generosas de aves, frutos do mar e shakes servem de combustível para o treinamento diário de duas horas, no qual Moustafa levanta 270 Kg. Ele também consome suplementos minerais e vitamínicos e muita água para limpar seu organismo.

Contudo, um grande desafio é na hora de comprar roupas. Como o resto do corpo de Ismail é de tamanho médio, encontrar camisetas que caibam em seus braços é um problema, sem que o modelito fique esquisito. As críticas e a falta de reconhecimento oficial do Guiness também chegaram a tirar o sono do fisiculturista, entretanto, Moustafa afirma que as críticas ?são motivação? para ele. ?Não vão me colocar para baixo?, afirmou. Diversas pessoas especularam que ele poderia ter injetado em seus músculos uma substância oleosa chamada ?synthol?, utilizada para inflar tecidos musculares.

Mesmo levantando 270 Kg todos os dias, o egípcio afirma que não costuma focar na quantidade de peso que consegue levantar. ?Não se trata de quanto eu levanto. Se trata de desenvolver as técnicas certas, mesmo com pesos leves, mas conseguir bons resultados com isso?, explicou Moustafa.

Ismail começou a trabalhar seus músculos em sua terra natal, antes de se mudar para os EUA em 2007 para morar na cidade de Boston, em Massachusetts. Para conseguir pagar a academia e arcar com suas despesas de sua dieta, Moustafa trabalhava em dois empregos como frentista de postos de gasolina, mas desistiu depois que sua mulher achou que estava se desgastando demais.

Fonte: G1