Companhia aérea demite viciados em pornô

Funcionários faziam troca-troca - de vídeos - e foram pegos em investigação

A companhia aérea Virgin Blue, da Austrália, mandou embora 20 de seus empregados que usavam computadores do trabalho para baixar vídeos pornográficos.

A chefia da empresa, que fica em Brisbane, preferiu não dar nome aos bois, mas o jornal britânico Daily Telegraph levantou suspeitas de que as pessoas envolvidas sejam mecânicos que trabalham com reabastecimento e manutenção nos terminais de Sidney e Brisbane.

De acordo com Danielle Keighery, representante da Virgin Blue, foi realizada uma investigação extensiva e ficou provado que os empregados demitidos estavam envolvidos em uma rede de troca de material pornográfico.

Keighery fez questão de deixar claro que o pessoal que foi pra rua não estava cometendo nenhum ato ilícito e que eles foram demitidos porque violaram o código de conduta da empresa a respeito do uso de seus computadores.

Fonte: R7, www.r7.com