Companhia aérea quer vender passagens para viajantes em pé

"É uma nova ideia para reduzir ainda mais as tarifas aéreas e oferecer ao consumidor mais opções"

A companhia aérea irlandesa de voos econômicos Ryanair estuda a possibilidade de vender passagens de avião para pessoas que estiverem dispostas a viajar em pé em rotas de curto percurso, anunciou hoje a companhia.

Segundo o diretor de Comunicações da Ryanair, Stephen McNamara, "é uma nova ideia para reduzir ainda mais as tarifas aéreas e oferecer ao consumidor mais opções".

O diretor disse que a Ryanair abordou, com a empresa Boeing, a viabilidade de um projeto que modificaria a parte traseira dos aviões para instalar uma série de "assentos verticais", semelhantes às cadeiras de um balcão de bar.

Assim, acrescentou, o passageiro poderá se sentar e colocar o cinto ou permanecer de pé, quando as condições de voo permitirem e a viagem não superar 90 minutos de duração.

Segundo fontes da Ryanair, esta última iniciativa não é uma piada nem uma manobra publicitária, e a companhia aérea buscará agora a aprovação da Autoridade Aérea Irlandesa antes de encomendar ao fabricante os novos aparelhos.

O diretor-executivo da Ryanair, Michael O"Leary, já surpreendeu o setor durante este ano, após propor cobrar pelo uso dos banheiros a bordo ou sugerir a introdução de um "imposto de obesidade", para taxar os passageiros acima do peso.

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br