Corretor é processado ao usar um imóvel como "motel barato"; veja

Corretor é processado ao usar um imóvel como "motel barato"; veja

Dono de casa instalou câmeras para impedir ladrões e flagrou corretor

Um morador de Wayne, no estado de Nova Jérsei (EUA), processou um corretor de seguros que foi flagrado pelas câmeras de segurança utilizando o imóvel à venda como um ?motel barato? para encontros amorosos, sem saber que tudo estava sendo gravado.

Richard Weiner contou ao site de notícias ?NJ.com? que instalou as câmeras com medo de ladrões, e sua esposa acabou flagrando o corretor Robert Lindsay se encontrando com uma moça loira, e utilizando o local para manter relações sexuais.

?Eles usavam minha casa como um hotel barato?, disse Weiner, que cedeu às imagens para o programa de televisão ?Inside Edition?, que fará uma exibição editada do conteúdo das gravações, que registram ao menos 13 encontros amorosos durante vários meses.

O dono da casa processou a empresa e o corretor, e Lindsay chegou a alegar que o proprietário havia tentado extorqui-lo em US$ 990 mil (mais de R$ 2,3 milhões) para que não fossem a julgamento. Essa afirmação foi refutada por RIchard.

Fonte: G1