Cozinheira de cadeia feminina é presa por cuspir em comida antes de servir

Ela contaminava a comida com saliva, mas ninguém denunciou antes por medo de punições


Cozinheira de cadeia feminina é presa por lamber e chupar comida antes de servir

Yolanda Arguello, 59, a cozinheira de uma cadeia feminina de Albuquerque, Novo México (EUA), foi presa após ser desmascarada por agentes penitenciários. Ela foi acusada de lamber o queijo dos sanduíches, chupar o gelo das bebidas e depois cuspi-los para servir.

A cadeia vai apurar as denúnicias. Outras presas também confirmaram a acusação, mas disseram que tinham medo de denunciar e sofrer retaliações.

Ela foi presa por contaminar intencionalmente a comida da prisão, mas foi liberada após pagar fiança. Ela está impedida de voltar a trabalhar até que o caso seja resolvido.

Fonte: r7