Estudante processa universidade por causa de porquinho da índia

Estudante processa universidade por causa de porquinho da índia

No entanto universidade proíbe animais de estimação nos quartos.

A americana Kendra Velzen, de 28 anos, entrou com um processo contra a Universidade Grand Valley em Allendale, no estado de Michigan (EUA), porque a instituição não permite que ela mantenha seu porquinho da índia em seu alojamento estudantil.

Segundo a emissora de TV "WZZM", a estudante alega que o roedor é um animal de apoio emocional, e não um animal de estimação.

O porquinho da índia faz companhia à Kendra, pois ela sofre de depressão crônica.

No entanto a universidade proíbe animais de estimação nas moradias estudantis.

Fonte: G1