Estuprador que mutilou o próprio rosto pega prisão perpétua

Estuprador que mutilou o próprio rosto pega prisão perpétua

E quase que o plano deu certo porque ele só foi preso após três anos de intensa procura.

O japonês Tatsuya Ichihashi foi condenado a prisão perpétua, nesta quinta-feira, por estuprar e matar a professora britânica Lindsay Ann Hawker, em um caso que horrorizou o país oriental e provocou uma grande cobertura da imprensa. O corpo da jovem foi enterrado numa banheira coberta de areia.

Depois de cometer o crime, Ichihashi mutilou o próprio rosto para não ser reconhecido pela polícia. E quase que o plano deu certo porque ele só foi preso após três anos de intensa procura.

Pai da vítima, Bill Hawker se emocionou ao ouvir a sentença. Ao lado da mulher, Julia, ele passou o tempo todo abraçado à foto da filha.

Fonte: Extra, extra.globo.com