Julgamento é cancelado nos EUA após jurado tuitar durante o caso

Defesa recorreu após publicação de tuítes e por jurado ter dormido

A Suprema Corte do Estado do Arkansas (EUA) cancelou nesta semana o julgamento de Erickson Dimas-Martinez, que havia sido condenado em 2010 pelo assassinato de Derrick Jefferson, porque os jurados dormiram e tuitaram durante o caso.


EUA cancelam julgamento após jurado tuitar durante o caso

Os advogados de Martinez, que tinha sido condenado à pena de morte, recorreram da sentença porque um jurado enviou os tuítes, apesar da instrução do juiz para que os jurados não publicassem nada na Internet ou se comunicassem com ninguém sobre o caso.

Fonte: g1, www.g1.com.br