EUA enviam cartas para convocação militar a centenários que já faleceram

A agência que gerencia os reservistas do serviço militar dos Estados Unidos pediu desculpas após o envio de pedidos de alistamento para falecidos


EUA enviam cartas de convocação militar a centenários falecidos

O Sistema de Serviço Seletivo (SSS, na sigla em inglês) disse que o erro ocorreu porque um funcionário esqueceu de selecionar o século quando fazia uma busca por jovens a serem chamados.

Com isso, antes que o erro fosse descoberto, 14.250 notificações foram enviadas a homens da Pensilvânia nascidos entre 1893 e 1897, além dos que haviam nascido entre 1993 e 1997.

Certamente quase todos esses homens estão mortos, já que o mais novo teria 117 anos.

O alistamento militar de cidadãos americanos do sexo masculino ocorre aos 18 anos; de imigrantes do sexo masculino, entre 18 e 25 anos.

Mas o alistamento obrigatório não está em vigor desde a Guerra do Vietnã, e o Exército dos Estados Unidos é atualmente uma força inteiramente voluntária.

Chuck Huey, de 73 anos, de Kingston, na Pensilvânia, disse que recebeu uma notificação dirigida ao seu falecido avô Bert Huey, um veterano da Primeira Guerra Mundial que nasceu em 1894 e morreu em 1995, aos cem anos.

?Eu disse: ?Nossa, que diabos é isso?? Dizia que ele estava sujeito a multas pesadas e prisão se ele não se alistasse?, disse Huey à agência de notícias Associated Press. ?Ficamos totalmente confusos.?

Erro

Em comunicado, o SSS disse lamentar ?qualquer inconveniente causado às famílias desses homens e assegura que o erro foi corrigido que não é necessário nenhuma ação da parte deles?.

O porta-voz da agência, Pat Schuback, disse que eles não haviam detectado o erro porque a Pensilvânia usa apenas dois dígitos para o código do ano de nascimento, ou seja, aqueles que nasceram em 1893 e em 1993 têm o mesmo código.

?Isso nunca aconteceu antes?, disse Schuback.

A porta-voz de transportes da Pensilvânia Jan McKnight disse que o erro ocorreu quando um funcionário do departamento, que gerencia informações de carteiras de motorista, transferiu registros para o SSS mas se esqueceu de selecionar apenas o século 20.

Ela disse que o Estado está tomando medidas para impedir que o erro ocorra novamente.

?Sentimos muito?, disse McKnight. ?Pedimos desculpas?.

Fonte: Noticias bizarras