Ex-capitão diz que estuprou mulher por causa de um frango

Criminoso pertenceu ao batalhão de paraquedistas do exército britânico

Um ex-capitão do exército britânico, Brian Witty de 41 anos, acusado de ter estuprado quatro mulheres alegou no tribunal, nesta quarta-feira (11), que uma das vítimas o seduziu ao comer um frango em sua frente, a informação é do site inglês London Evening Standard.

Brian disse que ao encontrar a mulher em um bar da cidade a observou comendo um frango. Quando ele passou próximo à mesa da mulher, ela trocou olhares com ele e chegou até a esboçar um sorriso. Para o ex-capitão, a garota comia o frango numa forma que imitava um ato sexual.

?Eu a vi comendo o frango sugestivamente... Eu a observava, e ela sorriu de volta.

Após a cena ele e um amigo sentaram-se com a garota para tomar alguns drinques. De acordo com o depoimento de Brain, ele e a mulher flertaram e trocaram telefones.

Três dias depois, os dois saíram juntos e acabaram no apartamento de Brain, onde de acordo com a vítima ocorreu o estupro.

O ex-capitão disse que houve sexo vigoroso e consentido e não estupro.

Após o ato, ele pediu comida chinesa para que ambos comessem, entretanto, enquanto esperavam a entrega, o clima mudou durante uma discussão sobre times de futebol. Foi então que a mulher exigiu um táxi para ir embora, alegou o acusado.

Brian ainda pediu que ela ficasse e comessem juntos e ela negou. Ele insistiu então, que ela levasse um pouco da comida chinesa para casa, o que não aconteceu.

O acusado responde ainda por três outros estupros ocorridos desde 1995. O julgamento continua.


Ex-capitão diz que estuprou mulher por causa de um frango

Fonte: r7