Ex-homem se finge de médica para apalpar mulheres

Ex-homem se finge de médica para apalpar mulheres

A história de Kristina gira ao redor de "ter ou não ter": diploma, vergonha, pênis...

"Ter ou não ter", essa é a questão com Kristina Ross, uma norte-americana de 37 anos.

Algo que ela tem é a cara de pau de dizer que é médica, só para tentar apalpar a "comissão de frente" das outras mulheres no bar

E, como ela também tem lábia, conseguiu.

O problema é o diploma de medicina - que é algo que ela não tem.

A coisa se complicou quando ela passou o telefone do consultório e a mulherada apalpada começou a ligar - e consultório é mais uma coisa que ela não tem.

Kristina, de acordo com o site The Weekly Vice, fingia ser cirurgiã e ficava explicando sobre aumento de seios.

Ao investigarem o caso, policiais descobriram a farsante, que acabou sendo acusada por exercer medicina sem licença.

Mas essa história tem mais um detalhe, que não tem muito sentido...

Kristina, que não tem, já teve: ela já foi homem, antes de fazer uma cirurgia de mudança de sexo...

Fonte: R7, www.r7.com