Flagrado aos beijos em meio à briga, casal se espanta com foto

"Na primeira vez que vi, pensei, "Não pode ser", disse a garota canadense

Alexandra Thomas não acreditou quando viu a foto. Um casal caído no chão se beija em meio a policiais que reprimem o quebra-quebra que tomou as ruas de Vancouver na noite de quarta-feira, após a final da Stanley Cup, que decidiu o campeão do Norte-Americano de hóquei no gelo.

"Na primeira vez que vi, pensei, "Não pode ser... Não acredito que somos nós". Depois olhei de novo e percebi que éramos. É uma foto muito reveladora sobre nós", disse a garota em entrevista ao jornal canadense "Toronto Star".



O momento de carinho, na realidade, foi provocado pela violência dos policiais. Alexandra caiu após ser atingida pelo escudo de um policial que tentava reprimir torcedores canadenses que queimaram carros e quebraram lojas após verem seu time perder o sétimo jogo da decisão para o Boston.

Ela e seu namorado, Scott Jones, 29, estavam no centro da cidade, após assistirem à partida, quando a confusão começou.

"Eu estava tentando entender o que estava acontecendo. A foto não é algo que a gente esperava que tivesse acontecido. É bem artística, bonita", disse Jones, que é australiano.

O primeiro a divulgar a identidade do "Romeu" foi seu pai, Brett, em seu perfil no Facebook. "Este é o meu garoto. É assim que se faz amor e não guerra", escreveu ele.

"Ela estava machucada. Ele se deitou a seu lado para confortá-la. Ela estava chorando e ele a beijou para a acalmá-la", disse Brett ao "Toronto Star". Pai e filho conversaram via Skype sobre a notória foto.

"Ele é sempre gentil com as pessoas. Não me surpreende que ele tenha tentado confortar Alex."

Fonte: Folha.com