Fotógrafa corajosa nada lado a lado com tubarões na África

"É sempre ótimo ficar frente a frente com os tubarões", disse ela.

A fotógrafa subaquática Fiona Ayerst, de 45 anos, ficou poucos centímetros de tubarões-cabeça-chata na costa de Moçambique, na África, para fotografar o grande predador de perto. Sem medo e de biquíni, Fiona também nadou ao lado de um tubarão-baleia para clicá-lo na costa da África do Sul, segundo a agência "Barcroft Media".





"É sempre ótimo ficar frente a frente com os tubarões", disse Fiona. "Os seres humanos matam mais de 100 milhões de tubarões a cada ano, e eles matam menos de dez pessoas a cada ano", acrescentou a fotógrafa, que diz não ter medo do predador.

Fonte: g1, www.g1.com.br